Aporte

O lado paulista do Vale do Paraíba vai receber cerca de R$ 60 milhões para a execução de projetos de infraestrutura, saneamento básico e reflorestamento, com financiamento do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos).

 

Projetos

A liberação do recurso foi aprovada na semana passada em reunião do CBH-PS (Comitê das Bacias Hidrográficas do rio Paraíba do Sul). “Foram 22 projetos analisados e hierarquizados de acordo com as necessidades da Bacia do Paraíba do Sul, por técnicos do Comitê, em três editais em 2020”, explicou o presidente do CBH-PS, Renato Veneziani.

 

Municípios

“Muitos municípios receberão esse recurso, sendo que três cidades – Putim, Piquete e Cruzeiro – sairão do zero em saneamento e alcançarão 90% de esgotos tratados”, pontuou Veneziani.

 

Primeiro edital

No primeiro edital do Fehidro de 2020, seis projetos foram aprovados: Elaboração do Plano Municipal de Macrodrenagem, da Prefeitura de Canas; Canalização e contenção de margens e processos erosivos em trecho do Córrego do Moinho, da Prefeitura de Tremembé; Estudo Hidrológico com modelagem matemática do rio Paraíba do Sul para definição das vazões e entrega na divisa de SP e RJ, da FDTE (Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico); Projetos básicos para implantação do sistema de esgotamento sanitário do bairro Veraneio Irajá, do SAAE de Jacareí; Restauração Florestal em áreas degradadas na microbacia da Fazenda, do Sindicato Rural de Cruzeiro; e Restauração Ecológica na Bacia do Ribeirão da Capetinga, em Cunha, da Iniciativa Verde.

 

Segundo edital

No segundo edital foram aprovados mais oito projetos: Plano de Macrodrenagem da área urbana do município de Cunha; Construção de duas pontes da Prefeitura de Jambeiro; Implantação de rede de esgoto no Bairro Pedramar, do SAAE de Jacareí; Construção de Usina de Triagem e Reciclagem no município de Potim; Canalização do Córrego do Moinho, da Prefeitura de Tremembé; Revisão e atualização dos estudos da cobrança do uso dos recursos Hídricos, pela Fundag; e Restauração Ecológica na Bacia dos rios Paraitinga e Paraibuna, pela Akarui.

 

Terceiro edital

No terceiro edital de 2020, mais oito projetos foram aprovados sendo três de construção de estações de tratamento de esgoto das Prefeituras de Piquete e Potim e do SAAE de Cruzeiro, construção de pontes da Prefeitura de Jambeiro, o Plano Diretor de Restauração Florestal da Bacia do Paraíba do Sul da Iniciativa Verde, duas propostas da Fundag (Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola) – Plano de Redução de Riscos e Desastres Ambientais e Elaboração de Banco de dados e informações Socioambientais de áreas isoladas rurais para implantação de saneamento básico –, além do Levantamento de Fragilidade Ambiental de Cunha e Lagoinha, da Unavale.

 

Assinar OVALE é construir um Vale melhor

OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.

FONTE: https://www.ovale.com.br/_conteudo/politica/sessao_extra/2020/12/118130-sessao-extra–regiao-ira-receber-r–60-milhoes-do-fehidro-para-projetos.html
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *