Estímulo à Inovação Tecnológica: Projetos e NIT – Parques Tecnológicos, Incubadoras , Núcleos (aqui o pesquisador científico pode ser REMUNERADO pela prestação de serviços especializados, pode REIVINDICAR para si mesmo em virtude de inovação, pode prestar CONSULTORIAS para empresas, e pode ter a participação mínima de 15%, além de bolsa de capacitação para seus servidores). Para as empresas o Governo disponibilisará um fundo de R$ 2 bilhões/ano para financiar pesquisa e inovação dos institutos e universidades, em 3 frentes: Inovação, Excelência e Internacionalização, com previsão de início para 2018/2019.

Com 26 anos de experiência em Projetos Agrícolas, também apoiamos os Coordenadores de Projetos em INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, desde 2010 quando nos preparamos estatutariamente e montamos o NIT (Decreto 62.817) da FUNDAG, e agora estamos prontos também para a aplicação da LEI DO BEM, com retorno financeiro para os projetos e para as empresas.